quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Novo lar.

Quando eu passei por lá
nada tinha.
Talvez nem solo fecundo
mas senti num segundo
que aquele era o meu lugar.
Nada tinha além de mim
e as pegadas que deixei para trás.

Um novo lar.

2 comentários:

Dave disse...

Ter um lar deve ser uma sensação indescritível.

Malkav disse...

O importante é estar no lugar onde se sente que se deve estar.