quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Passeata


A vida é um conto.
Um livro de palavras infinitas
Um jardim de rosas bonitas
Um travesseiro
E doces sonhos.
É meu conto-de-fadas preferido
Meu pointe, meu lá menor
Um hino que sei de cor.
Pelúcias e Pantufas
Numa noite de inverno.
Cante e adore
Essa passeata
Do amor.

2 comentários:

Jim disse...

orra velho ta colocando tdo aki??? sahusoahshaihs ficou mto bom....adoro seus poemas....

=33 e eu amo vc coisa morsenta
e se o danilo ler isso daki, morra seu viado hsausoahshaui zueira

Fefê disse...

orra sua farsante!! nem pra me avisar que deletou seu flog... :P
mas ficou chique isso aqui ein? hehe...
=**