quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Nothing.


Nada quis
Nada fiz
Foi-se para a eternidade
Nada vi
Nada ouvi
Mergulhei nessa verdade.
Nada ficou no lugar
nada ficou em vão
acreditei que podia voar
Mas meu lugar é no chão.

7 comentários:

Fenrir disse...

Não sei se é o meu momento ou se é o poema, mas sinto uma angústia tremenda nessas palavras. o.o

Jimnamite disse...

Aeee morsolina! uasdhuashiduhaipdoahsduiohasduiohasi
tdo bom?
estou chegando no brazil,
vou levar meu filho!

e quero q vc me apresente para o pessual

Bjaooo Morsonaa!

Iúri "Zúluri Regueiro" disse...

zion Pavillion..autentico e escrito por mim...visita e boas vibrações estao la metodas...o meu mail para leitores particulares tambem....Paz e Boas vibraçoes dum pequeno Rasta que escreve na blogoesfera

Jah Bless u alll

made in ♥ love disse...

O teu Universo não só tem graça como é gracioso

Um beijinho
Eduarda
Be in ♥ love

ONG ALERTA disse...

Não tem lugar...podemos sentir e estar basta usar o coração, paz.

neli araujo disse...

Oi, Filha!

Que Deus te abençôe neste Natal e sempre!

beijo carinhoso,

Mom

Mirian de Andrade disse...

Simplesmente Lindo.
Quero aprender a escrever como você, pois é este tipo de coisas que gosto de ler. Mas não consigo me expressar em poucas palavras. Não sei ser objetiva.

Mas um dia eu chego lá.
Parabéns, Excelente trabalho!!!
abraços...