terça-feira, 6 de janeiro de 2009

De um abismo.

Do abismo do meu mundo
eu gritei
luz nenhuma encontrei
não sabia mais a diferença
das cores
Era o fim.
E o pior do meu instante infinito no breu
é saber que seu abraço
que tanto me curava
não é mais meu.

3 comentários:

Diego disse...

;D lindo! triste, mas mto bonito!

bjão,

Dee

Francisco disse...

Adorei... E concordo do o Diego...


Abraços.

Blog do Rafa disse...

Praticamente perfeito. Simples, leve e sigificativo.