quarta-feira, 21 de novembro de 2007

O vôo


Todo poeta
queria saber voar.
Poder tocar o céu
criar nuvens de papel
e ficar bem longe
daqueles que o machucam.

2 comentários:

Jim disse...

porra vai escrever bem lá na casa do caraleo ahsoahsiuqhioahaiuhsiuqahhsahs

mega saudades bobona!

Danilo disse...

rimo gostei
nossa brisei legal agora
me imaginei nesse aviaozinho de papel voando pela cidade
asdhua que bosta


saduadhsad enfim voar eu sempre
quiz desde quando era toco
e quando crianca achava que era possivel
filha da mae ficara pulando da poltrona pro chao!.....
*coisa de idiota*

ENFIM TE AMO MTU AMOR
FICA COM DEUS

E QUE POEMAS
HUNN
FODA!